10 Regras de Etiqueta - Danças de Salão e Sociais

10 Regras de Etiqueta sobre as Danças de Salão

Um dos aspectos mais interessantes sobre as Danças de Salão é a forma como os bailarinos seguem uma série de regras de etiquetas “secretas”. Possivelmente já as conheces… isto servirá como um lembrete. Se és novo nas Danças de Salão então deves ficar ciente que estas regras existem. As regras são fáceis de seguir e brevemente farão parte de ti naturalmente. Talvez seja devido a estas regras “secretas” que uma pista de Danças de Salão seja um dos poucos locais à face da Terra onde a graciosidade é quase sempre evidente.

  1. Ao dançares ao longo da pista de dança, segue sempre o sentido contrário ao dos ponteiros do relógio, mais conhecido como a Linha de Dança. Desta forma reduzirás, ou mesmo eliminarás, as probabilidades de chocares com outro par.
  2. Se chocares com outro par simplesmente esboça um sorriso e oferece as mais sinceras desculpas. Isto não é uma corrida e nunca ninguém vai contra outra pessoa intencionalmente.
  3. Durante uma dança que evolui ao longo da sala, como a Valsa, Quickstep ou Tango, o centro da sala é deixado para aqueles que não se movem tanto ou para os que querem treinar um passo específico. A parte de fora é também deixada para os pares mais rápidos.
  4. É perfeitamente normal que um convite para dançar venha tanto de um homem como de uma senhora. Na sociedade moderna é visto de bom agrado quando uma senhora convida um cavalheiro a dançar.
  5. Também é perfeitamente normal e aceitável dançar com alguém que não seja o teu par. Aliás, muitas escolas encorajam a troca de par durante as aulas de dança. Dançar com alguém diferente melhora as capacidade de condução do homem e também as capacidades de se deixar conduzir por parte da senhora.
  6. Independentemente de quem convidou, é regra que o cavalheiro acompanhe a senhora, após a dança, ao seu lugar (cadeira). Não deixe assim a senhora sozinha na pista após a musica terminar.
  7. Quando dançares com alguém menos experiente que tu, é de esperar que dances ao nível dessa pessoa e não ao teu. Não há motivo para ter vergonha em dançar com alguém mais experiente. Só tens a ganhar.
  8. Convites para dançar são raramente rejeitados. É considerado delicadeza dançar com quem quer que seja que nos convidou. Claro que também é compreensível esperar um pouco após se ter dançado um ritmo rápido e energético e se queira descansar.
  9. Normalmente aplaude-se quando a música acaba, mesmo que não haja banda ao vivo. Os bailarinos aplaudem o par. Fica também muito bem agradecer ao par, após cada dança.
  10. E por último, lembra-te que estarás em contacto próximo com outras pessoas. Por isso não te esqueças de te apresentares limpo e fresco. Usa desodorizante e tem sempre uns rebuçados de mente à mão contra aquele mau hálito que teima em ir embora.
É claro que esta lista não está terminada. Também não há punição para os que a não seguem… mas a maior parte fá-lo. A graciosidade, simpatia e delicadeza que os bailarinos demonstram uns com os outros num baile de Danças de Salão está viva há centenas de anos.
Se a Salsa, Kizomba ou mesmo o Tango te suscitam curiosidade, não te esqueças de considerar a hipótese de teres aulas de dança na Academia João Capela. Temos o curso que procuras, estejas num nível bem iniciado ou já mais avançado.
Se gostaste deste artigo vê também o Que Deves e Não Deves Fazer nas Dançal Social >>

Click here to subscribe

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *